Saiba quais são as maiores construtoras do Brasil

O ITC, uma das consultorias mais tradicionais em fornecimento de dados para o setor de construção, premiou as companhias que mais construíram por metro quadrado no Brasil em 2012. O 9º Ranking ITC das 100 maiores da construção engloba tanto construtoras que atuam nos segmentos comercial, residencial e indústria, e traz como grande ganhadora deste ano a MRV.

1º lugar: MRV
Total de obras: 407
Total construído: 6,810 milhões de metros quadrados
Líder do ranking de 2010, e segunda posição em 2011, a construtora MRV voltou ao topo entre as construtoras que mais construíram no Brasil por metro quadrado. No ano passado, a companhia pretendia vender entre R$ 4,5 bilhões e R$ 5,5 bilhões, mas acabou fechando 2012 com R$ 4,005 bilhões em vendas.

Principal parceira da Caixa Econômica Federal no programa Minha Casa, Minha Vida, a MRV também teve seu nome incluída na lista “suja” do Ministério Público do Trabalho de empresas que usam trabalho escravo no Brasil. O nome foi retirado a pedido do STJ em janeiro.

2º lugar: Gafisa
Total de obras: 177
Área Total construída: 4,886 milhões de metros quadrados
Líder da pesquisa em 2011, a Gafisa ficou em segundo lugar no ranking de 2012 do ITC, mas fechou o ano com resultados acima dos esperados por analistas. Os lançamentos da construtora atingiram R$ 2,95 bilhões, valor bem próximo do máximo projetado pela empresa. As vendas no ano caíram 21% para 2,63 bilhões de reais.

O ano de 2012 foi bem tumultuado para a Gafisa, que começou com a venda de seu controle sendo negociada pelos investidores Sam Zell e GP. O negócio não vingou e as ações da empresa acabaram desabando, inclusive com a diminuição de ações da gestora de fundos GHS e o Credit Suisse na companhia. A Gafisa, então, passou a negociar os 20% da Alphaviile Urbanismo que ainda não eram dela com a sócia no negócio, a Alphaville Participações, mas as partes não chegaram em um acordo e o processo de compra foi parar em uma câmara de arbitragem.

3º lugar: Brookfield
Total de obras: 111
Área Total construída: 4,429 milhões de metros quadrados
A construtora Brookfield, que estava em terceiro lugar no ranking do ano passado com 4,855 milhões de metros construídos, acabou em terceiro lugar este ano, mesmo tendo feito menos lançamentos em 2012. No ano, os novos empreendimentos da construtora chegaram a 3,1 bilhões de reais, pouco acima do ponto mínimo da previsão da construtora e incorporadora para o ano passado. Apesar de cumprir o guidance para 2012, o resultado ficou 23,5% abaixo das vendas do ano anterior, que foram de R$ 4,4 bilhões.

4º lugar: Direcional
Total de obras: 60
Área Total construída: 3,123 milhões de metros quadrados
Apesar de apresentar menos quantidade de obras no ano, a Direcional ficou em quarto lugar entre as empresas que mais construíram no não, segundo o ITC. O lema da companhia continua o mesmo para este ano: construir mais em lugares menos concentrados, em especial com projetos voltados às moradias populares. Hoje a empresa mineira está concentrada nas regiões Centro-Oeste e Norte do país. Em São Paulo e no Rio de Janeiro, a Direcional já adquiriu terrenos e tem projetos em aprovação para participar do programa Minha Casa, Minha Vida.

5º lugar: Even
Total de obras: 104
Área Total construída: 3,117 milhões de metros quadrados
O quinto lugar do ranking, ocupado pela PDG no ano passado (única empresa que ficou de fora da pesquisa por não ter enviado suas informações a tempo), acabou sendo ocupado em 2012 pela Even, com 104 obras e 3,117 milhões de metros quadrados construídos. Na pesquisa anterior, a construtora apresentou o total de 88 obras concluídas em um total de 2,926 milhões de metros quadrados construídos em 2011. A empresa encerrou 2012 com vendas de R$ 1,76 bilhão –acima dos 1,62 bilhão de reais em 2011.

6º lugar: Cyrella
Total de obras: 66
Área Total construída: 2,974 milhões de metros quadrados
A Cyrella caiu do terceiro para o sexto lugar do ano, graças ao número de lançamentos reduzidos da empresa no ano. Segundo o ranking, em 2011, a empresa realizou 113 obras e teve uma área total construída de 4,9 milhões de metros quadrados – número bem acima dos 2,974 milhões de metros quadrados construídos apresentados em 2012.

O sexto lugar no ranking era ocupado o ano passado pela Rodobens, que este ano aparece no lugar 21 da lista, com 1 milhão de metros quadrados construídos e 100 obras realizadas.

7º lugar: WTorre
Total de obras: 24
Área Total construída: 1,887 milhões de metros quadrados
Voltada para grandes obras comerciais e de infraestrutura, a WTorre ocupa o sérimo lugar no ranking do ITC, com 24 obras realizadas e 1,887 milhões de metros quadrados construídos no ano. Em setembro de 2011, a empresa foi incorporada pela concorrente BR Properties e o sócio no negócio, o BTG Pactual, negócio concluído em janeiro deste ano, com um acordo que prevê a união da totalidade da One Properties, nova denominação social da WTorre, à BR Properties.

8º lugar: Rossi
Total de obras: 108
Área Total construída: 1,777 milhões de metros quadrados
A construtora Rossi, que nem aparecia entre as dez mais da pesquisa de 2011, ocupou no ano passado o oitavo lugar entre as que mais construíram, com ajuda na sua estratégia voltado ao público de baixa renda. Mas os números do balanço até o terceito trimestre de 2012 não eram muito animadores. No período, a empresa havia lucrado R$ 18,7 milhões, valor 43% abaixo do apresentado de julho a setembro de 2011.

9º lugar: Plaenge
Total de obras: 171
Área Total construída: 1,770 milhões de metros quadrados
Com uma área total construída bem próxima ao da Rossi, em nono lugar aparece a construtora paranaense Plaenge. No ano passado, a empresa aparecia no oitavo lugar da lista com 178 obras feitas e 1,947 milhões de metros quadrados construídos em 2011.

10º lugar: Schahin
Total de obras: 37
Área Total construída: 1,650 milhões de metros quadrados
A área de desenvolvimento imobiliário de infraestrutura do Schahin aparece em décimo lugar com 37 obras construídas e um total de 1,650 metros quadrados realizados. Além do segmento, o grupo Schahin atua em outros setores: engenharia, telecomunicações, petróleo e gás e energia.

11º lugar: Toledo Ferrari
Total de obras: 25
Área Total construída: 1,586 milhões de metros quadrados
Com contratos feitos em parceria com Camargo Correa, Helbor, Setin Empreendimentos e até a Emoções Empreendimentos, do cantor Roberto Carlos e seu empresário, a construtora Toledo Ferrari realizou 25 obras em 2012, grande parte empreendimentos comerciais e de alto luxo. No total, construiu 1,586 milhões de metros quadrados no ano e, no ano passado, fechou a compra da casa de shows paulistana Via Funchal por R$ 108 milhões, em parceria com as incorporadoras Helbor e a AAM.

12º lugar: Hochtief
Total de obras: 27
Área Total construída: 1,488 milhões de metros quadrados
A construtora alemã Hochtief, que tem boa parte de suas ações na mão da espanhola ACS, aparece em décimo segundo lugar no ranking do ITC, com 27 obras e quase 1,5 milhões de metros construídos no Brasil. A companhia atua tanto no mercado comercial quanto nos segmentos de infraestrutura e edificações comerciais, como shopping centers, escritórios, hipermercados e escolas.

13º lugar: Bueno Netto
Total de obras: 40
Área Total construída: 1,476 milhões de metros quadrados
Com empreendimentos comerciais e residenciais, a Bueno Netto ficou em décimo terceiro lugar no ranking do ITC com 40 obras realizadas em 2012, em um total de 1,476 milhões de metros quadrados construídos.

14º lugar: Moura Dubeux
Total de obras: 46
Área Total construída: 1,426 milhões de metros quadrados
A construtora pernambucana Moura Dubeux realizou 46 obras em 2012, de acordo com a pesquisa, espalhadas pelos seis estados em que a empresa está presente atualmente: Pernambuco, Alagoas, Bahia, Rio Grande do Norte, Ceará e Paraíba. No total, a companhia construiu 1,426 milhões de metros quadrados no Nordeste.

15º lugar: Thá
Total de obras: 53
Área Total construída: 1,352 milhões de metros quadrados
Em 2012, o megainvestidor americano Sam Zell comprou o grupo imobiliário paranaense Thá, com um faturamento aproximado de 1,5 bilhão de reais – uma iniciativa que mostra o quanto a empresa ainda tem potencial de crescer. No ano, a empresa teve um total de área construída de 1,352 milhões de metros quadrados.

16º lugar: HF Engenharia
Total de obras: 19
Área Total construída: 1,325 milhões de metros quadrados
Fundada no ano de 1997, a HF Engenharia tem hoje 2.000 funcionários distribuídos em sua matriz na cidade de Rio Verde, em Goiás, e pelas filiais de Marabá, no Pará, e Mineiros, em Goiás. A empresa, que começou a construir apenas para o setor residencial, ampliou aos poucos e portfólio para o setor industrial, para clientes que incluem BR Foods e Cargill. Em 2012, realizou19 obras em um total de área construída de 1,325 milhões de metros quadrados.

17º lugar: Grupo Via
Total de obras: 29
Área Total construída: 1,270 milhões de metros quadrados
A Via Engenharia, construtora com 32 anos de atuação no Centro-Oeste, também está entre as que mais construíram em 2012 no Brasil, segundo o ranking do ITC. A empresa realizou 29 obras em um total de área construída de 1,270 milhões de metros quadrados.

18º lugar: Casa Alta
Total de obras: 65
Área Total construída: 1,251 milhões de metros quadrados
A construtora paranaense Casa Alta atua, além do seu estado de origem, no interior paulista, com foco em imóveis residenciais de baixa renda. Segundo o ITC, a empresa teve um total de 65 obras com um total de área construída de 1,251 milhões de metros quadrados.

19º lugar: Racional
Total de obras: 15
Área Total construída: 1,234 milhões de metros quadrados

20º lugar: EmcCamp
Total de obras: 40
Área Total construída: 1,159 milhões de metros quadrados
Com sede em Minas Gerais, e mais de 35 anos de mercado, a Emccamp é especializada em empreendimentos voltados para baixa renda e atua nos estados do Rio de Janeiro, Minas e São Paulo. Na pesquisa do ITC, a empresa ocupa o vigésimo lugar com um total de 40 obras no ano e 1,159 milhões de metros quadrados construídos – número suficiente para desbancar a Rodobens, que ficou em vigésimo primeiro no ranking.

Da Redação, original Exame.

Matéria veiculada em: 29/04/2013

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *